UMA UTILIDADE SOCIAL DA EDUCAÇÃO É FORMAR SUJEITOS PARA O MUNDO DO TRABALHO. O QUE PODE SILENCIAR ESTA VERDADE?

Ana Molina

Resumo


Este artigo téorico indaga o que a LDB/1996 silencia ao afirmar a educação vinculada ao mundo do trabalho. Para tanto, utiliza-se para esta análise as noções foucaultianas de biopoder, direito, disciplina e corpos dóceis do método histórico-genealógico. Notou-se que a vinculação entre educação, trabalho e práticas sociais serve para sujeição do indivíduo, a fim de torná-lo uma utilidade produtiva, segundo a lógica de uma sociedade disciplinar, e, a escola é um local que garante o controle social e a gestão dos riscos sobre crianças e adolescentes. Portanto, os enunciados sobre a educação escolar e o mundo do trabalho permitem silenciar qualquer outro discurso que reinvente a escola e a função social dada na Modernidade.


Palavras-chave


Educação; Filosofia; Ensino

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós Graduação em Educação - CUML | ISSN: 2238-4979 | Qualis: B2

Indexada em:


Latindex

bbe

edubase

clase

iresie